Município de Itararé

#AquiTemInstaCasa: 10 curiosidades sobre Itararé/SP

O Brasil é um país vasto e diverso. A cada novo empreendimento no qual atuamos, nos surpreendemos com as características e história de suas regiões. Para destacar cada particularidade dos municípios onde trabalhamos, criamos a hashtag #AquiTemInstaCasa.

Desta forma, em nosso blog, vamos explorar um pouco mais essas cidades, trazendo informações relevantes para quem está planejando construir uma casa do zero. Apresentamos essas informações pois sabemos que, quando alguém pensa na casa dos sonhos, leva em consideração diversos fatores. Entre eles, a cidade onde irá construí-la, o tamanho do município, os trajetos, a rotina, entre muitos outros fatores.

No artigo desta semana, destacamos as principais curiosidades de Itararé, localizada no interior de São Paulo. Em parceria com a Viapark Urbanismo, chegamos até a cidade nos empreendimentos Bela Vista, Pôr do Sol e Alto dos Pinheiros. Vamos lá? 😊

1. A cidade possui 127 anos

Segundo dados da Fundação SEADE, o município de Itararé começou a se formar com a concessão de terras no século XVIII. Então, à medida de seu desenvolvimento, no dia 10 de março de 1885, foi criada a Freguesia de Nossa Senhora da Conceição do Itararé, no município de Faxina, atual Itapeva.

Quando foi elevada a município, no dia 28 de agosto de 1893, teve a denominação alterada para São Pedro do Itararé, pela Lei nº 197. Posteriormente, com a Lei nº 1.887, de 08 de dezembro de 1922, passou a ser conhecida somente por Itararé.

A cidade de Itararé possui 127 anos.
Fonte: IBGE

2. Itararé significa “a pedra que o rio cavou”

Curioso, não acha? Assim como diversas cidades e bairros pelo Brasil, a cidade de Itararé recebe um nome de origem tupi que significa “pedra escavada” ou “a pedra que o rio cavou”.                    

3. A beleza do Rio Itararé na região

A cidade de Itararé é cortada pelo rio de mesmo nome e, este, divide os estados de São Paulo e Paraná, cruzando 8 cidades paulistas e 7 cidades paranaenses. ­O rio possui diversas cavernas e grutas de beleza única, pois ele se torna subterrâneo em certa altura do trajeto. Além disso, o rio possui diversas cachoeiras devido a sua geografia acidentada.

Itararé possui cavernas de beleza única.
Fonte: Prefeitura Municipal de Itararé

4. Está localizada na região de Campos de São Pedro

Itararé situa-se em uma área conhecida como Campos de São Pedro, que vai do rio Verde até o rio Itararé, que dá o nome ao município.

Itararé situa-se em uma área conhecida como Campos de São Pedro, que vai do rio Verde até o rio Itararé, que dá o nome ao município.
Fonte: Prefeitura Municipal de Itararé

5. Beleza do Vale do Itararé e o 8º maior cânion do mundo em áreas verdes

A região do Vale do Itararé é rica em Mata Atlântica e paisagens de cachoeiras, grutas, paredões rochosos e poços de tirar o fôlego. Estão localizadas na divisa entre São Paulo e o Paraná mais de 13 lindas cachoeiras, que são um grande atrativo para os amantes da natureza. Dentre elas, algumas se destacam, como é o exemplo da cachoeira de Sobradinho, também conhecida como “Véu da Noiva”, com 45 metros de queda d’água; e a cachoeira do Corisco, com 104 metros.

Suas formações rochosas criaram cânions com o decorrer da ação dos processos erosivos das águas e dos ventos. Com destaque para o Jaguaricatú, considerado o 8º maior cânion do mundo em áreas verdes.

Jaguaricatú, em Itararé, é considerado o 8º maior cânion do mundo em áreas verdes.
Fonte: São Paulo Saudável

6. Na rota dos Bandeirantes

Os índios guaianás, também conhecidos como guaianases, formaram um agrupamento indígena sul-americano, que povoou regiões entre São Paulo de Piratininga e o Uruguai até o final do século XVI.

Itararé tornou-se ponto conhecido de bandeirantes, exploradores, jesuítas e estudiosos. Então, firmou-se como um dos pontos de descanso dos tropeiros que convergiam do sul levando animais para a feira de Sorocaba, pelo conhecido Caminho das Tropas.

7. Tudo começou como a “Fazenda de São Pedro”

A organização do município teve início em 1725 com a doação de 3 sesmarias com o propósito de povoamento e desenvolvimento da agricultura e criação. Assim, as 3 propriedades acabaram na mão de um mesmo dono, que registrou a propriedade como “Fazenda de São Pedro” em 1836. Com o desmembramento constante da propriedade, no ano de 1879, um dos fazendeiros constrói uma capela no ponto de maior aglomeração. Ela ficava à margem do riacho da “Prata”, elevando seu status para povoado.

De passagem a caminho do sul, o naturalista e historiador, Auguste de Saint-Hilaire, registra em seu livro a situação do povoado, o encontro do riacho da “Prata” com o rio Itararé e até mesmo a existência de índios bárbaros que atacam fazendas próximas à mata.

Posteriormente, seguindo o mesmo caminho de Auguste de Saint-Hilaire, o célebre naturalista francês, Jean Baptiste Debret fez uma aquarela da ponte de madeira que existia sobre o rio Itararé, retratando a dificuldade em se atravessar com os animais na estreita ponte.

8. A um passo do Paraná

O município fica na divisa entre os estados de São Paulo e Paraná. Segundo dados oficiais do IBGE 2018, disponível no site da administração municipal, a população total do município é de 50.360.

Itararé fica na divisa entre os estados de São Paulo e Paraná.
Fonte: Prefeitura Municipal de Itararé

9. Participação histórica na Revolução de 1930

Durante a Revolução de 1930, quando Getúlio Vargas partiu de trem rumo a capital federal (então Rio de Janeiro), esperava-se que ocorresse uma grande batalha em Itararé, que não ocorreu pois a cidade acolheu Getúlio na estação ferroviária, permitindo sua entrada no Estado de São Paulo, e os militares depuseram o presidente Washington Luís em 24 de outubro daquele ano.

10. Frente de Batalha em 1932

Durante a Revolução Constitucionalista de 1932 foi uma das frentes de batalha. Ocorreu quando os paulistas consideravam que São Paulo estava sendo tratado como terra conquistada, sendo governada por tenentes de outros estados. Assim, sentiam, segundo eles, que a revolução de 1930 fora feita contra São Paulo.

Gostou das curiosidades? Nós adoramos conhecer um pouco mais dessa linda cidade e suas características. Toda essa beleza natural do seu entorno e tranquilidade vem atraindo cada vez mais pessoas a região e aumentando a quantidade de moradores.

Beleza natural de Itararé é atrativo para moradores e turistas.
Foto: Prefeitura Municipal de Itararé

Ficou com vontade de conhecer a cidade? Visite Itararé, que está a 345 km da Capital paulista.

Você quer conhecer, semanalmente, as cidades onde atuamos? Assine nossa newsletter e receba esses e outros conteúdos em primeira mão!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.