Churrasqueira ou parrilla: qual escolher?

Churrasqueira convencional ou parrilla?

Poder fazer um churrasco no final de semana para reunir amigos e familiares é sempre uma ótima ideia e, para alguns, a ocasião transforma-se em um grande evento. Além de ser muito prazeroso poder se deliciar com aquela carne assada ao ponto, o churrasco é a perfeita oportunidade para colocar o papo em dia e relaxar do estresse que a rotina geralmente traz ao nosso dia a dia.

Por ser algo tão popular e do agrado de quase todas as pessoas, a realização de um churrasco faz parte da memória afetiva de muitos e, por isso, a churrasqueira, assim como a piscina, é um item quase obrigatório para a área de lazer de quem está pensando em construir a casa dos sonhos. Mas, na hora de construí-la, algumas dúvidas podem surgir. Entre elas, principalmente para os gaúchos, está o “embate” entre a construção de uma churrasqueira convencional ou de uma parrilla, que é um tipo de churrasqueira utilizada pelos nossos hermanos uruguaios e argentinos, tão aficionados por churrasco quanto nós, brasileiros.

Pensando nisso, a equipe da InstaCasa preparou um artigo sobre as características de ambas, a fim de te ajudar a entender suas diferenças e decidir o que melhor se encaixa no seu projeto ideal e que, ainda, fará com que o momento do churrasco se torne ainda mais prazeroso para você, seus amigos e familiares. Bora lá? 😉

Uma grande discussão é sobre a escolha de uma churrasqueira tradicional ou uma parrilla.

Churrasqueira convencional ou parrilla: quais as diferenças?

A parrilla é um tipo de churrasqueira muito utilizada na Argentina e no Uruguai, e está ganhando espaço no Brasil, principalmente na região sul, que tem o churrasco como um costume quase que obrigatório. Diferentemente das churrasqueiras tradicionais, as parrillas utilizam apenas as brasas no processo do assado. Nelas, a lenha é queimada separadamente, evitando que o gosto de alimento seja “contaminado”.

Dessa forma, a parrilla assa a carne com o calor da brasa embaixo e também com o queimador da lateral. Uma de suas características é que a grelha onde se sobrepõe as carnes é móvel, assim, o controle da temperatura se dá mexendo na altura do suporte.

As churrasqueiras convencionais, com as quais estamos habituados, possuem grelhas e suporte para espetos, onde as carnes são assadas. Elas são, geralmente, espaçosas, e podem ser construídas de diversos tamanhos, sempre de acordo com o que você pretende fazer em sua área de lazer.

Assim, podemos concluir que a diferença está nos seguintes fatos: a parrilla é composta por um lenheiro e uma grelha com altura ajustável. O assador mantém o fogo no lenheiro e arrasta a brasa para baixo da grelha onde a carne é assada. A churrasqueira convencional normalmente usa carvão e a carne é assada no espeto ou grelha fixa.

Churrasqueira convencional ou parrilla?

Como construir uma churrasqueira convencional e/ou uma parrilla?

Existem várias formas de construir uma churrasqueira convencional, mas o material mais adequado é o tijolo, que permite uma construção prática e rápida. A churrasqueira de alvenaria perfeita é, geralmente, construída com tijolo refratário, que diminui a absorção de calor e suporta altas temperaturas, além de oferecer acabamento charmoso.

A respeito do tamanho, é necessário avaliar o ambiente onde a churrasqueira será construída e a usabilidade da mesma, não havendo um padrão pré-definido para todos os casos. Se há uma área de lazer ampla, é bacana construir uma churrasqueira grande. Se muitas pessoas usarão a “ferramenta” com frequência, é interessante que a mesma tenha espaço suficiente para assar uma grande quantidade de carne. E assim o inverso, também.

Outra parte importante da churrasqueira é a chaminé, que levará para fora do ambiente a fumaça produzida. O ideal é que a chaminé ultrapasse entre 50 e 80 cm a base do telhado ou da cobertura da churrasqueira. Em alguns tipos de churrasqueira que podem ser instaladas em sua casa, a chaminé é substituída por uma coifa, que deve atender às mesmas condições da chaminé de tijolos.

Para construir uma parrilla, caso você já tenha uma churrasqueira, somente precisa levantar o fundo utilizando tijolos refratários para que fique com 50cm de profundidade. Depois, é só instalar a grelha.

Já se você desejar construir do zero a churrasqueira “gringa”, a principal necessidade na construção é observar a profundidade, que deve ser grande, e utilizar tijolos refratários e argamassa com areia refratária nos locais onde o calor é mais forte. Esses materiais são resistentes ao fogo e não deixam a estrutura rachar. A chaminé também deve receber uma atenção especial, já que uma boca muito grande ou uma chaminé muito baixa podem não conseguir dispersar a fumaça. Lembre-se, ainda, de garantir o espaço do braseiro e de se certificar de que as grelhas efetivamente caberão.

Na sustentação da parrilla e na parte da chaminé, você pode optar por utilizar tijolos de 21 furos.

Churrasqueira convencional ou parrilla?

Qual das duas estruturas escolher?

Optar pela churrasqueira convencional ou pela parrilla depende muito do seu gosto pessoal e da frequência de uso.

As parrillas costumam garantir a pureza da carne, no sabor e no cheiro, e costumam deixar o assado pronto em 15 ou 20 minutos. As churrasqueiras convencionais, por sua vez, assam a carne em mais ou menos 1 hora, dependendo do ponto desejado. Essa diferença de tempo ocorre, principalmente, pela concentração do calor, muito mais forte na churrasqueira gringa.

Ainda, se você é o tipo de pessoa que “manja” do assado, certamente sentirá as diferenças. As churrasqueiras mais tradicionais são ideais para iniciantes ou para aquelas pessoas que fazem o churrasco de vez em quando. Se você já é um profissional na arte do churrasco e entende tudo sobre cortes e brasa, se sentirá mais “desafiado” pela parrilla, principalmente porque ela exige um olhar do assador que a churrasqueira, muitas vezes, não precisa.

O equipamento, os locais de calor e a relação com o fogo são as principais diferenças entre a parrilla e o churrasco. Qual você vai encarar? Se você curtiu esse conteúdo, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do nosso blog!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

5 Comentários

    1. Muito obrigada pelo comentário, Sarja! Continue acompanhando as novidades do nosso blog 🙂

  1. Amei, ajudou bastante na minha escolha!!!

    1. Ficamos felizes que o nosso artigo tenha te ajudado a se decidir, Juliana! Siga acompanhando o nosso blog para mais dicas!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.