Como a geração do milênio está moldando o mercado imobiliário?

5 minutos para ler

A geração do milênio e o mercado imobiliário pareciam uma estranha combinação de termos alguns anos atrás. O setor tratou por muito tempo esse grupo demográfico como “fraco” devido ao seu baixo poder de compra. No entanto, esse cenário mudou.

Hoje, a geração do milênio é considerada como uma das gerações mais influentes da história. Sua presença no mercado imobiliário cresceu e, com isso, vieram mudanças significativas no processo de compra e venda de imóveis.

Mas quais são os reais impactos trazidos pela geração do milênio para o mercado imobiliário? O que essa geração tem esperado das empresas e profissionais do setor? Vem com a InstaCasa que iremos esclarecer tudo!

O que é a geração do milênio?

A geração do milênio, também conhecida como millennials ou geração Y, é um termo usado para se referir à geração de pessoas que nasceram aproximadamente entre o início da década de 1980 e o final da década de 1990. Colocando isso em perspectiva, essas são as pessoas que estão agora entre os 27 e 42 anos.

A presença da geração do milênio no mercado imobiliário cresceu e, com isso, vieram mudanças significativas no processo de compra e venda de imóveis.

Essa geração é a primeira a crescer na era digital e da internet, o que influenciou suas crenças, valores e comportamentos. Eles cresceram com tecnologia avançada e tiveram acesso a informações em tempo real, o que os torna mais conectados e globalizados. Além disso, são também conhecidos por serem desafiadores, criadores de mudanças e influenciadores, e aprenderam a reescrever novas regras e limites, não tendo medo de quebrar barreiras.

Alguns traços comuns associados à geração do milênio incluem a busca por propósito e significado no trabalho, a valorização da diversidade e inclusão, a preocupação com questões sociais e ambientais, e o interesse por experiências inovadoras e imersivas.

Devido à sua grande presença na força de trabalho e ao seu poder de compra crescente, a geração do milênio tem tido um impacto significativo na cultura e na economia.

Qual o impacto da geração do milênio no mercado imobiliário?

Por ser a primeira geração a crescer na era tecnológica, a geração do milênio tem visões e valores que influenciam a maneira como o mercado imobiliário atua.

Por ser a primeira geração a crescer na era tecnológica, a geração do milênio tem visões e valores que influenciam a maneira como o mercado imobiliário atua. Com o desejo de atingir a meta da casa própria, ela é hoje uma das maiores impulsionadoras das demandas por moradia.

Remodelando o mercado imobiliário de acordo com suas necessidades e estilo de vida, as decisões de compra da geração do milênio criam tendências que se espalham pelo mercado. Aqui estão algumas delas:

Priorização de mobilidade: A geração do milênio busca flexibilidade e mobilidade em suas vidas, e muitos preferem alugar a comprar uma casa. Isso tem levado a um aumento na demanda por apartamentos e condomínios que ofereçam facilidade de locomoção e opções de lazer, especialmente em áreas urbanas.

Desejo por espaços flexíveis e multifuncionais: Os millennials tendem a valorizar a flexibilidade e a adaptabilidade em suas casas. Eles buscam por espaços multifuncionais que possam ser usados para diferentes fins, como um escritório que também pode servir como um quarto de hóspedes.

Valorização da sustentabilidade: A consciência da geração do milênio relacionada à preservação do meio ambiente reflete em suas escolhas imobiliárias. Eles estão procurando por propriedades mais sustentáveis, com fontes renováveis de energia e construções ecológicas.

Desejo por tecnologia: Os millennials esperam que a tecnologia esteja presente em todos os aspectos de sua vida, inclusive em suas casas. Eles procuram por casas inteligentes, com tecnologia integrada, como sistemas de segurança e aparelhos conectados. Afinal, o que esperar de uma geração que cresceu com a tecnologia?

Busca por comunidades: A geração do milênio valoriza a comunidade e a conexão com outras pessoas. Quem faz parte dessa geração prioriza bairros e condomínios que ofereçam espaços comuns e opções de atividades ao ar livre.

O que a geração do milênio espera das empresas imobiliárias?

Como nativos digitais, a geração do milênio exige acesso instantâneo a informações de produtos.

Como nativos digitais, a geração do milênio exige acesso instantâneo a informações de produtos. Além disso, eles estão adotando novas abordagens para procurar a casa dos seus sonhos e buscar um financiamento imobiliário. É preciso ter em mente que essa geração realiza comparações de preços e está cada vez mais se voltando para empresas confiáveis ​​que oferecem qualidade, transparência e conveniência em produtos e serviços.

Para os millennials, a tecnologia tornou-se crucial para o processo de compra de casa. Isso porque ela e a internet foram responsáveis por democratizar as informações, armando os compradores com dados para tomar decisões de compra mais inteligentes. Assim, utilizar a internet e dispositivos móveis para encontrar, visualizar e comprar imóveis tornou-se a norma entre a geração do milênio.

Se no passado o valor dos corretores de imóveis vinha do fornecimento de informações importantes sobre imóveis, agora que essas informações estão disponíveis com o clique de um botão, esse valor é pautado pelas habilidades de negociação, relacionamentos e capacidade de facilitar o processo de compra de casa em um mundo digital acelerado.

Para os millennials, a tecnologia tornou-se crucial para o processo de compra de casa.

E então, gostou desse artigo? Se deseja receber mais insights sobre o mercado imobiliário, assine a newsletter da InstaCasa para receber semanalmente conteúdos como esse.

Posts relacionados

Deixe um comentário