Escolhendo o melhor forro para a sua casa

Escolhendo o forro: tipos, vantagens e considerações

Julia Lubacheski é arquiteta e urbanista formada pela UNINOVE. Seu TCC, com tema “Neuroarquitetura e Biofilia”, foi indicado ao Ópera Prime. Julia sempre trabalhou com reformas residenciais e interiores dentro do sistema BIM. É pós-graduanda na Escola da Cidade em “Arquitetura, educação e sociedade”. Na InstaCasa, atua como BIM Specialist.

Conceitualmente, o forro é um material que reveste o teto e age como item de proteção termoacústica, abrigo para os sistemas elétrico e hidráulico e até suporte para o equipamento de iluminação Quando você escolher, juntamente com os profissionais responsáveis pelo planejamento e execução do seu projeto arquitetônico, os revestimentos da sua casa, o forro é, certamente, uma parte da sua casa que exige um cuidado especial na tomada de decisão. Isso ocorre porque cada tipo de forro possui um custo diferente e, com o passar do tempo, exige manutenção. Assim, colocar na balança e ver o que melhor atende às suas necessidades, é a melhor atitude neste momento.

Pensando na importância de te ajudar a fazer a escolha certa de material para sua casa, o Blog InstaCasa convidou a arquiteta e urbanista Julia Lubacheski, que integra o #DreamTeam da InstaCasa como BIM Specialist, para esmiuçar o tema “Escolhendo o forro: tipos, vantagens e considerações” e te auxiliar nessa decisão. Vamos lá?

Qual é o melhor tipo de forro residencial?

De acordo com a nossa especialista, não existe um tipo de “forro melhor”, porque essa escolha depende da necessidade de cada pessoa. Entretanto, na maioria das construções, os profissionais optam por forros em placas de gesso. É algo que podemos classificar como “tradicional”. “No mercado, o melhor custo-benefício é o forro de gesso. Isso ocorre porque tem muitas empresas que trabalham com esse material, a manutenção é fácil, o valor é baixo e, usando as placas do tipo drywall, não faz tanta sujeira na hora da instalação”, explicou Lubacheski. 

Além disso, a arquiteta informou que a solução deve levar em conta o aspecto estético dentro da perspectiva do proprietário, isolamento ou tratamento acústico, permitir a instalação de luminárias, sensores, alarmes etc., além de não trazer riscos no caso de acidentes domésticos que provocam incêndios e que possam vir a ocorrer na residência.

É importante, também, na hora da definição do material escolhido, que a pessoa “pontue e priorize suas necessidades, como, por exemplo, o custo e a aparência final do material instalado”. Seguindo essas dicas, você certamente encontrará o material ideal para a sua casa!

Projeto desenvolvido pela InstaCasa
Imagem: Projeto desenvolvido pela InstaCasa

Quais os tipos de forro existentes no mercado?

O forro é um acabamento com uma função de design muito importante. É super válido, na hora de escolher o tipo de material, analisar que tipo de ambiente você quer criar, levando em consideração, também, a decoração do cômodo. Se você gosta de decoração com um estilo rústico, por exemplo, o forro de madeira pode ser a melhor opção, pois complementa a decoração.

Imagem: Projeto desenvolvido pela InstaCasa
Imagem: Projeto desenvolvido pela InstaCasa

Confira, abaixo, alguns dos modelos de forro disponíveis no mercado:

Forro em gesso

“Como explicamos anteriormente, o forro de gesso é uma opção popular e bastante interessante, principalmente pelo seu custo-benefício. As placas de gesso não são caras e possuem fácil manutenção. Então, se o proprietário da casa quiser eliminar ou acrescentar qualquer instalação no forro, ele fará isso com facilidade”, citou a arquiteta da InstaCasa.

Comumente são encontrados dois tipos deste material: um deles é o forro de gesso em plaquinhas, que são acopladas lado a lado por meio da fixação de arame, e o forro de gesso drywall que é constituído por chapas de gesso acartonado, parafusadas em estruturas formadas por perfis de aço galvanizado.

As principais vantagens do forro em gesso são: 

  • Versatilidade para a criação de formas e desenhos;
  • Facilmente encontrado em lojas de construção;
  • Excelente recurso para criação de ambientes com isolamento termoacústico;
  • Pode “camuflar” os fios das instalações da casa.
Exemplo de forro em gesso
Imagem: Magnífica Gessos

Forro em isopor

Conforme Lubacheski, “o forro em isopor também pode ser uma opção, mesmo não sendo muito comum em residências. Sua instalação é similar ao forro em placas de gesso e ele possui um custo-benefício muito bom. Há de se atentar ao cômodo no qual o forro de isopor será instalado, uma vez que o material não é indicado para áreas úmidas, como banheiros e cozinhas”.

Entre suas vantagens, podemos destacar:

  • É muito leve;
  • Não causa proliferação de bactérias e fungos;
  • Ótima resistência contra o fogo;
  • Possui bom isolamento térmico e acústico;
  • As placas são removíveis.
Exemplo de forro em isopor decorativo
Imagem: Casa do Papel de Parede e Decorações

Forro de madeira

Se você procura um ambiente mais rústico, o forro de madeira é uma excelente alternativa. A instalação desse tipo de forro para teto é normalmente simples, mas deve ser feita com profissionais especializados, uma vez que os encaixes são feitos com a fixação de parafusos nas ripas. Portanto, se seu desejo é optar por um material que seja resistente e tenha qualidade, o de madeira certamente aparece como primeira opção.

“O forro de madeira leva um ar super elegante para o ambiente, sendo indicado para quem gosta de estilos mais contemporâneos e que trazem elementos mais naturais. No mercado, atualmente, existem vários tipos de acabamentos, como madeiras lisas, mais escuras, mais claras, ou até mesmo ripadas”, citou a especialista.

As principais vantagens do forro de madeira são:

  • Oferecem isolamento termoacústico de excelência;
  • Agregam sofisticação, conforto e aconchego para a decoração;
  • São atemporais e democráticos, combinando com diferentes estilos de decoração.
Imagem: Projeto desenvolvido pela InstaCasa
Imagem: Projeto desenvolvido pela InstaCasa

Forro em tela tensionada

Muito comum em área de closet ou banheiro, tela tensionada é uma excelente opção para quem deseja levar uma iluminação mais uniforme ao ambiente. “Ele tem como objetivo ser um grande painel no teto, simulando uma claraboia, com a mesma intensidade da luz solar, com uma iluminação mais natural e uniforme para o espaço”, explicou a arquiteta da InstaCasa.

Vantagens:

  • Fácil manutenção;
  • Limpeza rápida e prática;
  • Pode ser utilizado com diversos tipos de iluminação.
Exemplo de forro em tela tensionada
Imagem: StudioKT

Forro em PVC

Outro tipo de forro muito comum nas casas brasileiras são os de PVC. Isso por conta da sua praticidade de instalação e benefícios. Com as características somadas, o forro de PVC se torna um dos materiais que mais ganham destaque, principalmente por não oferecer muitas dificuldades durante a instalação.

As principais vantagens do PVC são:

  • Muito durável, além de ser reciclável;
  • Não necessita de muita manutenção;
  • Sua instalação é prática, rápida e não deixa sujeira pela casa;
  • Excelente custo-benefício;
  • O material é imune ao ataque de cupins.
Exemplo de forro em PVC
Imagem: Mogi Pisos

E então, qual é a sua conclusão sobre os tipos de forro para a sua casa? Já encontrou o seu preferido? Não deixe de nos contar na caixa de comentários abaixo! Ah, e se você gosta de conteúdos de arquitetura, decoração e inovação, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da InstaCasa!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.