Fundações

Guia de Obra: por que a fundação é importante?

Quando você olha para uma casa construída, ou em fase avançada de obras, o que você vê? Concreto, tijolos, cimento e muita areia? E além disso? O que você enxerga? Alguma vez, já parou para pensar sobre o que sustenta a construção? Afinal, ela não pode estar ali apenas flutuando sobre o solo. Se esse assunto nunca te ocorreu e, agora, você ficou curioso sobre isso, a InstaCasa te responde: o que sustenta a obra é a sua fundação

Fundação

Mas o que é a fundação, afinal?

Para entender o que é uma fundação, podemos fazer uma simples analogia: uma fundação é como a raiz de uma árvore. Ela serve para fixar o corpo exposto no chão e mantê-lo firme, no lugar.

A fundação é o começo da obra e também é a sua parte mais importante. Por isso, é fundamental que ela seja feita da forma correta, para evitar problemas e gastos desnecessários ao longo do tempo. Ela é, também, um dos elementos da superestrutura, formada por: fundação + pilar, viga e laje.

De forma geral, a laje será responsável por receber a carga variável. Isso é: pessoas, equipamentos, mobiliários e demais itens que possam estar no local. Ela distribui esse peso de forma igual para as vigas. As vigas, por sua vez, têm a função de suportar a laje naquele formato. A fundação, por fim, suporta toda a superestrutura (paredes, esquadrias), e mantém o edifício em pé, suportando todas as cargas dos elementos que compõem a estrutura e a edificação.

Quando o profissional vai iniciar a construção, ele fará a sondagem do lote para se certificar de que o solo é resistente às cargas que irá receber. Por isso, é tão importante contar com arquitetos, engenheiros ou construtores qualificados ao longo desse processo que, além de seguirem os procedimentos padrões, também se certificarão de impermeabilizar a fundação, por motivos que veremos logo abaixo! 

Fundação

Sondagem do solo

Existem diversos tipos de sondagens que podem ser feitas. A mais comum, principalmente quando falamos sobre obras residenciais, é a sondagem do tipo SPT, que é a abreviatura, em inglês, para Standart Penetration Test. Em tradução livre, o SPT pode ser entendido como Ensaio (ou Teste) de Penetração Padrão, também conhecido como sondagem à percussão ou sondagem do simples reconhecimento.  

Esse método mede a resistência do solo ao longo da sua profundidade. Ele tem o objetivo de determinar os tipos de solo em suas respectivas profundidades, a posição do nível do lençol freático, o seu grau de umidade (por isso, é tão necessária a impermeabilização da fundação) e os índices de resistência à penetração a cada metro.

Sondagem do solo para a fundação
Imagem: H3D

E quais os tipos de fundação existentes?

Na sondagem do solo, como explicamos, é feita a verificação de sua resistência. Com os testes de perfuração, a camada mais resistente deve ser encontrada para que, nela, seja feita a fundação. 

Existem as fundações diretas (também chamadas de fundações rasas) que são, geralmente, utilizadas em casas com até dois pavimentos. Esse tipo de fundação transmite as cargas diretamente para o solo por suas bases, feitas com concreto e aço. Você poderá encontrar, entre as fundações diretas mais comuns:

  • Sapata isolada: sapata é um elemento de fundação superficial, feita de concreto armado e dimensionada de forma que as cargas dos pilares sejam transferidas ao terreno por meio da distribuição das suas bases. No caso de sapata isolada, ela é dimensionada para suportar a carga de apenas um pilar ou coluna e pode ser de formato retangular, quadrado ou circular. Como ficam isoladas, essas sapatas são interligadas pelas vigas baldrame. Assim, cada sapata é dimensionada para suportar a carga de uma coluna ou pilar;
Sapata isolada
Imagem: Cimento Montes Claros
  • Sapata corrida: esta sapata é usada para suportar cargas de elementos contínuos que possuem cargas distribuídas de forma linear, como é o exemplo de muros e/ou paredes. A sapata corrida costuma ser feita com o concreto usinado, com resistência garantida pelo fornecedor, ou com concreto ciclópico (ou seja, concreto e pedras de mão). Como as cargas são lineares, esta sapata é fina em relação ao seu comprimento e, por isso, pouco rígida;
Sapata corrida
Imagem: Mapa da Obra
  • Sapata alavancada: a sapata alavancada é usada, geralmente, quando o pilar da fundação encontra-se no limite do lote, ou seja, quando um dos lados da casa ficará no limite daquele terreno. É uma fundação diferente porque, via de regra, a fundação é feita de forma simétrica, no eixo do pilar. Quando você está no limite do lote, a sapata não pode invadir o vizinho, então fica assimétrica e isso pode causar um desequilíbrio na fundação. Para garantir que ela fique no lugar, é necessário fazer um braço de alavanca reforçado, que conecta as sapatas isoladas, mas as deixam alavancadas;
Sapata alavancada
Imagem: Blog Construção Civil
  • Radier: radier é um tipo de fundação que se assemelha a uma laje que abrange toda a área da construção. Os radiers são lajes de concreto armado em contato direto com o terreno que recebem as cargas oriundas dos pilares e paredes da superestrutura e descarregam sobre uma grande área do solo. Ele é utilizado, normalmente, quando  a área das sapatas ultrapassaria 70% da projeção da edificação ou quando o solo é pouco resistente na superfície como em regiões litorâneas.
Fundação radier
Imagem: APL Engenharia

Há, ainda, as fundações indiretas (ou profundas) que são utilizadas, normalmente, em solos de baixa resistência, em conjunto com as fundações rasas, para garantir a estabilidade da construção. A fundação indireta mais comum em casas é a feita com estacas.

  • Fundação com estacas: elementos de fundação profunda. Podem ser feitas com diversos materiais, como madeira, aço, concreto e concreto armado. Geralmente usadas para cargas mais altas ou solos menos resistentes.
Fundação com estacas
Imagem: Oficina de Textos

Existem, ainda, outros tipos de fundações que não são comumente utilizadas para construções residenciais, mas isso é assunto para outro artigo. Se você curtiu esse texto e ficou interessado em receber mais artigos desse tipo, assine a newsletter do Blog InstaCasa e fique por dentro dos nossos conteúdos semanais!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

    Gostei bastante deste guia sobre obras, parabéns.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.