tecnologias da InstaCasa

Investindo em tecnologia, InstaCasa projeta ano de 2022

A tecnologia está presente em tudo aquilo que fazemos hoje. Por meio dela, conseguimos descobrir tratamentos para novas doenças, aproximar aqueles que estão distantes, gerar novas vagas de emprego, melhorar a qualidade de vida, aumentar o nosso conhecimento sobre diversos assuntos e, também, construir um cenário revolucionário diante de tudo aquilo que pode ser aprimorado.

É com isso que a InstaCasa trabalha: tecnologia disruptiva. Como uma ferramenta de vendas, queremos ajudar os loteadores e os corretores a demonstrarem o verdadeiro potencial construtivo do lote. Como uma empresa que democratiza o acesso à arquitetura no Brasil, fazemos com que as pessoas tangibilizem o sonho da casa própria e queremos ir além, nos conectando com soluções de crédito e de construção que irão aproximar a casa a cada proprietário de lote InstaCasa. A inovação no processo, por meio da metodologia BIM, e as novas soluções de tecnologia, nos levarão para esse momento.

Nessa revolução tecnológica, provamos, inúmeras vezes, que podemos ir além, inovando em um mercado tradicional. Com essa ideia, começamos a projetar o ano de 2022. Confira, abaixo, o que esperamos construir no próximo ano, nas palavras do Diretor Chefe de Tecnologia (CTO) na InstaCasa Emanuel Cordioli, e nosso Gerente de Desenvolvimento BIM, Rafael Magalhães Almeida.

#PapoDeEspecialista com Emanuel Cordioli e Rafael de Magalhães Almeida.

Qual é o principal desafio tecnológico que o time da InstaCasa enfrenta nesse momento?

De acordo com o CTO da empresa, “o principal desafio do time, neste momento, é a construção de uma nova versão da plataforma tecnológica da InstaCasa, que irá trazer tecnologias mais modernas, como o BIM nos projetos arquitetônicos e APIs em JavaScript. Esta nova versão da plataforma irá trazer ganhos para experiência dos usuários, pois estamos utilizando boas práticas de UX (User Experience). Também nos ajudará a melhorar nossa eficiência operacional na entrega dos projetos arquitetônicos. Além disso, estão sendo feitos aprimoramentos internos importantes, que trarão maior escalabilidade, sustentabilidade do software e, ainda, maior agilidade no desenvolvimento e integração de novas funcionalidades”, explicou.

Almeida, por sua vez, informou que, além das inovações tecnológicas na plataforma, o trabalho do time de arquitetura também segue se aprimorando. “Como falamos anteriormente, estamos implementando a metodologia BIM, sigla para Building Information Modeling que, em português, significa Modelagem da Informação da Construção. Na InstaCasa, dividimos a implementação do BIM de duas maneiras: uma primeira etapa com foco em produtividade e escalabilidade interna, e a segunda com o desenvolvimento de projetos novos e conversão de projetos antigos. O objetivo geral é, até o meio de 2022, termos uma boa porcentagem dos nossos projetos já em BIM”, explicou.

Estes aprimoramentos impactarão, de forma significativa, o mercado de loteamentos, pois estaremos tecnologicamente preparados para entregar ainda mais valor na cadeia de loteamento, suportando o desenvolvimento de novos produtos e modelos negócio, como, por exemplo, o financiamento à construção de casas.

Tecnologia BIM, InstaCasa
Imagem: projeto da InstaCasa feito em BIM

Quais objetivos poderão ser alcançados a partir dessas mudanças?

Conforme Cordioli, “a InstaCasa já tem uma cultura de inovação tecnológica muito forte para o setor de loteamentos, e acredito que esta inovação irá fortalecer ainda mais o nosso posicionamento e, consequentemente, trazer um grande diferencial competitivo para nossos clientes. Estas mudança são um pilar fundamental rumo a nossa visão de produto de ser a plataforma ‘one-stop-shop’ da casa”.

Para o Gerente de Desenvolvimento BIM, “o principal ganho para o loteador é ofertar uma melhoria de um serviço para o comprador de lote, uma vez que os projetos estarão em BIM, e o cliente poderá fazer uma visita virtual a todos os projetos, e não somente em alguns selecionados. Isso impactará todo o material que já temos em nossa plataforma. Internamente, todos os projetos de arquitetura terão dados mais completos e diversificados, resultando em uma maior gama de opções de projetos e, também, uma melhor filtragem dos mesmos na plataforma”.

Imagem: projeto da InstaCasa feito em BIM
Imagem: projeto da InstaCasa feito em BIM

Ainda, conforme Almeida, “poderemos analisar lote a lote, inclusive os lotes especiais, que são aqueles de esquina ou que possuem formatos diferentes. Com a modelagem do lote feita, conseguiremos usá-la para criar uma visualização de todo o empreendimento, disponível no tour virtual”.

Na prática, entregaremos uma nova experiência de uso para os corretores e loteadores, incluindo novas funcionalidades para agregar ainda mais valor na jornada de venda do lote. “Estamos focando bastante no uso de dispositivos móveis e numa experiência mais interativa com os projetos, para encantar ainda mais proprietários e potenciais compradores de lote. Outra iniciativa que estamos testando e pretendemos implementar, é um piloto, que trata de um novo produto de financiamento à construção da casa”, finalizou Cordioli.

Óculos de realidade virtual com o adesivo da InstaCasa
Imagem: Luiz Aranha

E então, o que você achou das nossas expectativas para 2022? Conte pra gente nos comentários abaixo! Ah, e se você curte conteúdos de arquitetura, inovação e tecnologia, não deixe de assinar a nossa newsletter e ficar por dentro dos conteúdos semanais da InstaCasa.

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.