O que é um projeto de Arquitetura

O que é um projeto de arquitetura e por que ele é importante?

Encontramos, em todo o Brasil, moradias com baixa qualidade de construção por terem sido feitas sem o auxílio de profissionais capacitados. A solução? Democratizar a arquitetura. Dessa forma, todos teriam projetos arquitetônicos de suas casas, guiando toda a obra e garantindo bem-estar e qualidade de vida a todos os moradores e seus vizinhos.

Porém, as pessoas ainda não sabem muito bem o que é realmente um projeto de arquitetura e qual a sua importância para quem vai construir. Além disso, nos bate-papos sobre o assunto, existe um certo estigma de que o serviço de um arquiteto é algo voltado apenas para as elites.

Hoje em dia há arquitetos que estão preocupados em democratizar o acesso à arquitetura, removendo as barreiras que sempre fizeram dela uma coisa elitizada. Com as tecnologias que encontramos no mundo atual, conseguimos criar soluções inteligentes de arquitetura residencial. Com isso, todos que estão encarando o desafio de construir a sua própria casa terão a garantia de maior qualidade de vida e bem-estar em seus projetos.

Mas o que exatamente envolve um projeto de arquitetura? Será que vai além dos lindos desenhos e fotos de ambientes projetados por arquitetos famosos, que vemos nas revistas e no Instagram? Ele é tão importante assim? Será que é possível ter um projeto de arquitetura de forma acessível? Continue a leitura para descobrir!

Como é construído um projeto de arquitetura.

O que é um projeto de arquitetura?

Um projeto de arquitetura, conceitualmente, é formado por uma série de estudos, representações gráficas e desenhos técnicos criados com o objetivo de guiar uma construção ou reformar um imóvel. No Brasil, ainda é muito comum nos depararmos com construções residenciais feitas sem o auxílio de profissionais capacitados.

Segundo dados de uma pesquisa de 2015 encomendada pelo CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), apenas 14,60% dos brasileiros economicamente ativos já contrataram os serviços de projeto de um arquiteto ou engenheiro. Isso se deve, entre outros motivos, pela falta de conhecimento sobre a importância fundamental de contar com a ajuda deste tipo de profissional.

pesquisa CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) sobre como o brasileiro contrata arquitetos ou engenheiros. Projeto de arquitetura

Um projeto de arquitetura começa com um estudo, tendo como objetivo definir a melhor forma de construir e organizar os espaços de uma casa ou edifício, de acordo com as necessidades de quem vai usá-lo.

Ao desenvolver o projeto, o arquiteto precisa considerar diversos fatores, incluindo as características do local (tamanho do terreno, topografia e regulamentação local), a funcionalidade dos espaços, a beleza e harmonia das formas, o conforto das pessoas (incluindo conforto visual, térmico, acústico, entre outros aspectos), as técnicas construtivas e materiais que serão usados, as leis e normas técnicas que precisam ser seguidas, e o custo e o prazo da obra. Ufa… bastante coisa a ser analisada!

Conforme o arquiteto define as soluções que serão adotadas, elas são registradas em desenhos técnicos e documentos que servirão para orientar a construção pela equipe responsável pela obra.

Assim sendo, o projeto de arquitetura não é apenas um conjunto de desenhos: é o resultado do trabalho intenso de um profissional que estudou muito para tomar as melhores decisões sobre o projeto, e garantirão a melhor qualidade da casa ou edificação, pensando na economia da construção e no seu bom aproveitamento ao longo do tempo.

Quais as principais etapas de construção do projeto?

São diversas as etapas e procedimentos de um projeto de arquitetura, como você já pôde ver acima. Nós vamos abordar as principais etapas de um projeto arquitetônico residencial, voltado para construção de casas, sendo elas:

  • Levantamento Planialtimétrico;
  • Estudo Preliminar;
  • Anteprojeto;
  • Projeto Legal (ou projeto de aprovação);
  • Projeto Executivo.

Desde a concepção do projeto, tudo precisa ser pensado considerando as características de um terreno específico em uma determinada região. Veremos que todas essas etapas têm sua importância, e pequenas mudanças impactam toda a obra, exigindo ajustes para que fique adequada. Vamos conhecer mais sobre cada uma delas.

principais etapas de construção de um projeto.

Levantamento Planialtimétrico

Essa é a base para todas as outras etapas. Ela consiste no levantamento de dados sobre o formato do terreno. Essa análise inclui saber os limites exatos e as características do relevo, que pode ser mais plano ou mais inclinado. Normalmente este levantamento é feito por um profissional chamado “topógrafo”, e consiste numa planta do terreno que inclui elementos gráficos chamados de “curvas de nível”.

O levantamento planialtimétrico é muito importante, pois ele permite ao profissional que vai desenvolver o projeto identificar o melhor jeito de “encaixar” a casa no terreno, provavelmente diminuindo a necessidade de movimentação e contenção de terra durante a obra.

Estudo Preliminar

Após todos os dados e informações terem sido levantadas (sobre o terreno, legislação e necessidades específicas do cliente), o arquiteto ou engenheiro elabora uma versão inicial do projeto para o cliente poder ver a primeira proposta. Normalmente, nessa fase, o projeto é representado apenas em uma planta esquemática, mas podem também ser usados outros recursos, como croquis (desenhos simples e explicativos) ou perspectivas de modelo 3D, para facilitar a visão de como será a casa.

Nessa primeira proposta, geralmente já são definidos alguns pontos, como os sistemas construtivos, acessos da casa, organização geral dos cômodos e metragem da obra. A finalidade desta fase, portanto, é definir o projeto em linhas gerais, para que tanto o arquiteto quanto o cliente estejam de acordo com os rumos que o projeto irá tomar nas fases seguintes. Para facilitar a visão de como será o resultado, softwares de realidade virtual são muito utilizados, como o projeto em 3D, plantas humanizadas e outros recursos.

Anteprojeto

Nesta fase, normalmente são apresentadas as plantas dos pavimentos, além de elevações e cortes. As elevações são desenhos que mostram como serão as fachadas do projeto (ou seja, a casa vista de frente, de lado e de fundos). Já os cortes são uma espécie de “raio-X” do projeto, como se fosse uma imagem que passa através da casa e revela como ela será por dentro, no sentido vertical.

Além disso, podem ser definidos alguns detalhes estruturais e da cobertura da casa. Esta é, portanto, a etapa intermediária do projeto de arquitetura. O arquiteto apresenta o anteprojeto ao cliente, podendo incluir também perspectivas da fachada e dos interiores, plantas de layout dos mobiliários, e sugestões de acabamentos.

Ao término desta fase, o cliente consegue definir junto ao arquiteto se o projeto segue de acordo com as suas necessidades.

Projeto Legal (ou projeto de aprovação)

O Projeto legal é aquele enviado para aprovação da Prefeitura (e também para aprovação da Associação de Moradores do Bairro e outros órgãos quando necessário). Ele é feito a partir do Anteprojeto, com as plantas, cortes e elevações do projeto, desenhadas especificamente de acordo com o padrão de desenho que a legislação do seu município exige.

Os desenhos podem variar um pouco de acordo com o que cada prefeitura exige e conter indicações demonstrando o atendimento do projeto a parâmetros urbanísticos específicos.

Juntamente à apresentação, a Prefeitura também irá exigir a apresentação dos registros de responsabilidade técnica sobre o projeto e sobre a execução da obra. Isto é muito importante! A Prefeitura não concede o Alvará que autoriza a construção sem a apresentação dos profissionais envolvidos e de seus respectivos registros.

Esses registros de responsabilidade técnica são feitos pela internet pelos profissionais responsáveis junto aos conselhos das suas profissões. Quando o profissional é arquiteto, ele faz o registro no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), e esse registro se chama RRT (Registro de Responsabilidade Técnica).

Já quando o profissional é engenheiro, ele faz o registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), e esse registro se chama ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

Geralmente, para aprovar um projeto, é necessário apresentar dois registros (RRT de arquiteto ou ART de engenheiro), sendo um dos registros referentes do Projeto, e o outro referente à Execução da Obra. Isso permite que um profissional (arquiteto ou engenheiro) desenvolva o seu projeto, e outro (que também pode ser arquiteto ou engenheiro) se responsabilize por acompanhar a obra.

No caso dos serviços da InstaCasa, nós nos responsabilizamos por emitir a RRT de Projeto sem nenhum custo para você, sendo necessário apenas que você defina qual será o profissional responsável pela Execução da Obra, e ele emita sua respectiva ART ou RRT para este serviço.

A Prefeitura terá um profissional ou órgão específico que fará a avaliação e a checagem do projeto em relação às normas do município. Só após a aprovação da Prefeitura é que o início da obra é autorizado.

Na hora de apresentar o Projeto Legal, caso alguma exigência não seja cumprida, a Prefeitura irá emitir um documento chamado “Comunique-se”, indicando os pontos a serem revistos no projeto, para que o profissional responsável modifique os aspectos necessários e envie novamente à Prefeitura dentro do prazo notificado.

É bastante normal que ocorram um ou mais desse documento em um processo de aprovação na Prefeitura, porque muitas vezes as leis são subjetivas. Ou seja, a maneira como o texto da lei é interpretado pelo técnico da prefeitura que analisa o seu projeto não será necessariamente a mesma como o arquiteto ou engenheiro que está projetando a sua casa interpretou. Assim sendo, toda obra está sujeita a receber o “Comunique-se” algumas vezes até ser aprovada.

Projeto Executivo

O Projeto Executivo inclui todos os desenhos (plantas, cortes, elevações), detalhes e tabelas, além de outras documentações, que especificam as dimensões e materiais construtivos que vão para o canteiro de obras. Geralmente esses desenhos são feitos em uma “escala” mais aproximada do que nas outras fases, ou seja, são desenhos maiores que permitem enxergar melhor os detalhes.

A função do Projeto Executivo está definida no nome desta fase, ou seja, é a etapa do projeto que inclui o detalhamento adequado para a execução da obra. Assim sendo, os desenhos relativos a esta fase normalmente serão impressos e levados ao canteiro de obras para orientar os trabalhos da equipe de construção.

Durante a fase de Projeto Executivo, também podem ser contratados com profissionais específicos de outros projetos, chamados de “Projetos Complementares”, que normalmente incluem os Projetos Estrutural, Elétrico, Hidráulico, de Fundações, Paisagismo, entre outros.

A necessidade desses projetos varia de caso a caso, conforme o tamanho e complexidade da obra. Quando esses projetos forem contratados, eles precisam ser “compatibilizados” com o projeto arquitetônico como um todo, para garantir que não haja conflito entre um e outro (por exemplo, o Projeto Hidráulico indicar a necessidade de uma tubulação no mesmo lugar em que o Projeto Estrutural exigiu uma viga de concreto).

Entre as várias fases de projeto, esta etapa de Projeto Executivo é a única que não está incluída nos serviços da InstaCasa, pois depende muito de escolhas pessoais sobre acabamentos que variam de acordo com os gostos das pessoas.

Por exemplo, uma pessoa pode gostar mais de azulejos de banheiro de uma cor, enquanto outra prefere de outra cor, e por isso não faz sentido pensar em definições padronizadas para esses aspectos do projeto. No entanto, muitas dessas questões podem ser resolvidas tratando diretamente com os profissionais responsáveis pela obra, na hora de adquirir os materiais.

Projeto de Arquitetura de estilo moderno da InstaCasa.
Projeto de Arquitetura criado pela InstaCasa, disponível na plataforma.

Qual a importância do projeto arquitetônico?

É possível listar uma série de vantagens de ter um projeto arquitetônico para orientar a sua obra. Com ele, toda a obra pode ser melhor planejada, e cada espaço e cada detalhe criados de forma a proporcionar mais qualidade de vida e ainda evitar gastos desnecessários. Em resumo: o custo-benefício é ótimo e faz toda diferença.

Confira a seguir os principais fatores que demonstram a importância do projeto arquitetônico.

Maior controle dos gastos

Ter um projeto de arquitetura tem a vantagem de contar com maior previsibilidade dos custos. Isso acontece pelas especificações mais detalhadas que fazem parte do mesmo. Por exemplo, é possível saber a quantidade de material de acabamento necessária em cada ambiente, evitando comprar mais material que o necessário, que seria desperdiçado (ou comprar material insuficiente, exigindo várias compras separadas). Assim, isso é bem melhor para ter controle e não deixar que o orçamento estabelecido seja ultrapassado.

Ter um projeto de arquitetura também proporciona a oportunidade de economizar no seu dia a dia quando a casa estiver pronta. São várias as técnicas utilizadas pelo arquiteto para criar um projeto de casa que seja funcional e econômico. Por exemplo, uma casa com janelas amplas e bem localizadas permite aproveitar melhor a ventilação e iluminação natural, e assim reduz o consumo de energia elétrica com iluminação artificial e ar condicionado.

Beleza e harmonia das formas

A visão de um bom arquiteto sob as formas e funções de uma casa cria espaços e ambientes agradáveis, com abordagem estética equilibrada e bastante funcionalidade. Da iluminação à decoração, dos ambientes internos ao paisagismo, nos deparamos com uma nova abordagem dos espaços sob um ponto vista criativo.

Valorização do Imóvel

Uma casa construída com um projeto de arquitetura possui um maior valor de mercado. Portanto, não só faz diferença para a sua qualidade de vida e bem-estar, como também conta como importante ferramenta para valorizar o seu imóvel. Caso tenha intenção em vendê-lo no futuro, ele valerá mais do que uma casa construída sem um projeto de arquitetura.

Projeto arquitetônico da InstaCasa de estilo moderno criado pelos arquitetos.
Projeto de Arquitetura criado pela InstaCasa, disponível na plataforma.

Você pode se despreocupar com o projeto arquitetônico caso compre um lote com os empreendimentos parceiros da InstaCasa, pois ele é oferecido sem custos adicionais. No momento da compra, você já ganha o direito a escolher um projeto dentre as várias opções disponíveis para o seu terreno.

Agora você já sabe o que é um projeto de arquitetura, que ele traz muitos benefícios e é fundamental para garantir mais qualidade de vida e bem-estar em sua casa. As vantagens de contratar um arquiteto responsável vão perdurar por toda a vida útil da residência, facilitando o dia a dia e garantindo a segurança dos moradores.

Ainda está com dúvidas sobre projetos arquitetônicos? Então entre em contato conosco para que possamos responder aos seus questionamentos!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

6 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.