A importância do projeto executivo.

O que é um projeto executivo e qual é a sua importância?

Um projeto de arquitetura é formado por uma série de estudos, representações gráficas e desenhos técnicos criados com o objetivo de guiar uma construção ou reformar um imóvel. O projeto executivo de arquitetura, por sua vez, é a etapa final do processo de criação de um projeto.

De acordo com a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), na NBR 13.531, o projeto executivo é “a representação final das informações técnicas da edificação e de seus elementos, instalações e componentes, completas, definitivas, necessárias e suficientes à licitação (contratação) e à execução dos serviços de obra correspondentes”.

Neste documento, devem ser especificados: o tipo de revestimento, a qualidade do acabamento, o tipo de azulejo, o piso escolhido, as cores definidas para cada um dos cômodos, o tipo de cabeamento elétrico, os locais onde serão instaladas as tomadas, entre outras especificações pertinentes.

O projeto executivo é um documento com diversas especificações sobre sua obra.

Então… Como fazer?

O projeto executivo deve conter um relatório técnico com a revisão e complementação do memorial descritivo e do memorial de cálculo. Isso evitará surpresas e erros estruturais durante a execução da obra.

Um projeto executivo de arquitetura bem detalhado garantirá a qualidade (e a produtividade) durante a execução da obra. Como todas as decisões relativas à construção estão claras e explícitas no projeto, os funcionários não irão precisar parar para tirar dúvidas ou corrigir problemas.

Por isso é tão importante que o profissional escolhido para confeccionar o projeto executivo tenha a profissão regulamentada no órgão competente. Com a emissão do RRT ou ART pelo arquiteto ou engenheiro envolvido, você terá certeza de que o serviço prestado foi desempenhado por um profissional devidamente habilitado. Além disso, atestará que esse profissional se responsabiliza pelo serviço ou projeto que está entregando aos seus clientes.

O profissional responsável pelo seu projeto executivo deverá emitir RRT ou ART.

Quais itens devem constar no projeto executivo?

Ao desenvolver o projeto, o profissional de arquitetura precisa considerar diversos fatores. Por isso, dividimos as principais etapas que antecedem o projeto executivo em:

  • Levantamento Planialtimétrico;
  • Estudo Preliminar;
  • Anteprojeto;
  • Projeto Legal (ou projeto de aprovação).

Além das informações dessas etapas anteriores, o projeto executivo também poderá conter:

  • Plantas e desenhos detalhados;
  • Elevações e cortes em maior escala;
  • Cálculos estruturais;
  • Especificações técnicas;
  • Especificações de execução;
  • Tabelas de áreas;
  • Quantitativo de materiais e equipamentos;
  • Planilhas de orçamento;
  • Preços negociados.

Atente-se, também, à necessidade de que cada desenho do projeto tenha a escala correta, as cotas de todos os elementos importantes, as indicações de informações relevantes com linhas de chamada, entre outras recomendações específicas para a construção, além da compatibilização das interferências que surgirem entre os diversos projetos complementares,

Dessa forma, conforme explicamos anteriormente, surpresas e erros estruturais serão minimizados.  

Onde entram os projetos complementares?

Durante a elaboração do Projeto Executivo, o arquiteto ou engenheiro responsável também pode desenvolver ou solicitar que sejam contratados outros profissionais para a elaboração dos “Projetos Complementares”, que normalmente incluem os Projetos Estrutural, Elétrico, Hidráulico, de Fundações, Paisagismo, entre outros.

A necessidade desses projetos varia de caso a caso, conforme o tamanho e complexidade da obra. Quando esses projetos forem contratados, eles precisam ser “compatibilizados” com o projeto arquitetônico como um todo, para garantir que não haja conflito entre um e outro.

Ao final deste artigo, esperamos que você tenha entendido o conceito do projeto arquitetônico. Caso tenha alguma dúvida, use nossa caixa de comentários abaixo para conversar conosco. Vamos adorar te ajudar! 😊

Os projetos complementares podem compor o projeto executivo.

Achou esse post interessante? Assine nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.