Iluminação para o quarto

Qual é a melhor iluminação para o quarto?

A partir do momento em que você entende a importância de um bom projeto de luminotécnica para a sua casa, você começa a se questionar sobre qual é a melhor Iluminação para os cômodos da casa. Qual é a temperatura de cor da luz ideal para um ambiente de concentração, como o espaço de home office? E, na sala, qual tipo de luz me deixa mais confortável? Por isso, resolvemos iniciar uma nova série aqui no Blog da InstaCasa. Neste primeiro artigo e nos próximos, você poderá acompanhar qual é a melhor iluminação para cada um dos ambientes da sua casa. Para iniciarmos, vamos tentar responder à pergunta: qual é a melhor iluminação para o quarto?

De início, vamos tentar entender que, basicamente, existem três temperaturas de luz: a luz fria, também conhecida como luz branca; a luz quente, que também pode ser chamada de luz amarelada; e a luz neutra, que tem uma luz próxima à luz natural do dia. De forma geral, a luz fria proporciona uma situação de atenção, de foco, melhor visibilidade, deixa o ambiente sempre mais em alerta. A luz quente, por sua vez, por ter um toque puxado para o dourado, traz um aconchego, como se fosse um descanso para os olhos. A luz neutra tem, como principal característica, o benefício de não distorcer as cores dos objetos.

A unidade de medida utilizada para medir a cor da luz é o Kelvin (K). Na física um Kelvin equivale a -273 graus Celsius. Quando falamos em luz quente ou fria, não estamos nos referindo à temperatura em si da lâmpada, e sim a tonalidade de cor que ela irradia ao ambiente. Quanto mais alta a temperatura de cor, mais azulada é a tonalidade de cor da luz. Quando for escolher sua lâmpada, você pode seguir os padrões de LED:

  • Luz amarela: de 2.700K a 3.200K;
  • Luz neutra: de 4.000K a 4.500K;
  • Luz branca: 5.000K a 6.400K.
iluminação para o quarto
Imagem: Rother

Agora, vamos descobrir: no quarto, devo apostar em qual iluminação? 

A cor da luz é essencial para o conforto no ambiente

O quarto é um ambiente de permanência. Isso significa que as pessoas passam, nele, muitas horas do dia, seja trabalhando, estudando ou simplesmente descansando. A luz branca é excelente para quem precisa estar atento durante o exercício de uma atividade, mas quando utilizada no quarto, em excesso, faz com que o ambiente fique desconfortável por conta do tom mais claro. A luz amarelada, por sua vez, é uma excelente opção, uma vez que confere maior sensação de conforto ao quarto, por ter uma tonalidade mais amena.

Quando pensamos num quarto durante a noite, principalmente, a intensidade da iluminação precisa ser menor e a temperatura da cor deve se aproximar à “cor de fogo”, para auxiliar a diminuir o ritmo e descansar. Até falamos disso em um artigo sobre iluminação circadiana, lembra?

Quarto iluminado

E os focos de luz?

Além da preocupação (e atenção) com a escolha da cor da luz para o quarto, também é super importante escolher, de forma correta, os focos de luz. Já dissemos, anteriormente, que existem três tipos de iluminação: direta, indireta e difusa. 

No quarto, você pode apostar em iluminação direta, por meio de luminárias, posicionadas na mesa de cabeceira da sua casa, e em iluminação indireta, com a utilização de sancas de gesso com fitas de LED, por exemplo, que iluminam o ambiente de forma não invasiva ou desconfortável aos olhos.

iluminação para o quarto

E então, deu para ajudar a descobrir um pouco mais sobre qual é a melhor luz para o quarto? Conta pra gente na caixa de comentários abaixo! E antes de ir embora, assine a nossa newsletter e garanta que, semanalmente, você tenha conteúdos incríveis de arquitetura, decoração e inovação diretamente na sua caixa de e-mail!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.