Escolha o melhor tipo de horta para a sua casa.

Qual é o melhor tipo de horta para você?

Ter uma horta em um espaço da casa ou apartamento, cultivada de acordo com suas preferências, é o sonho da maioria das pessoas e também dá um incentivo extra para que você leve uma vida mais saudável, não é mesmo? E para muitos ainda funciona como uma terapia e contribui para o equilíbrio da saúde mental.

As hortas, geralmente, são criadas para o plantio de verduras, legumes, temperos e demais hortaliças. Além dos benefícios para a sua dieta, elas também te ajudam a economizar um bom dinheiro na feirinha. Comer bem não é um privilégio de quem tem talento para cultivos. E se você pensa em descartar a ideia por falta de espaço, tenha em mente que uma horta caseira não é exclusividade para quem tem quintais espaçosos.

Escolha o que vai plantar em sua horta com atenção e economize um dinheirinho na feira do bairro.

Considerando todas as questões, neste artigo, falaremos sobre os dois tipos de hortas mais comuns às residências e suas respectivas considerações. Ao pensar em montar a sua, sempre leve em conta o seu estilo de vida e o tipo que mais atenda às suas necessidades!

Escolha um cantinho especial da sua casa para colocar a sua horta.

Vamos começar? 😊

Horta doméstica

Quando falamos sobre hortas domésticas, estamos falando de um plantio geralmente feito por pessoas que não têm muito espaço ou tempo para cuidarem das plantas.

Elas são muito comuns em espaços restritos, como casas sem um grande quintal e em varandas de apartamentos.

A ideia principal desse tipo de horta é fazer o cultivo dentro de vasos e mantê-los perto de janelas, para que tomem sol. Geralmente são plantadas hortaliças e temperos comuns ao dia a dia, como pimentas, tomatinhos, hortelã, manjericão, orégano, alecrim, entre outros.

Uma horta em casa também é sinônimo de uma boa alimentação.

Horta vertical ou suspensa

Na cozinha, não existe nada melhor do que utilizar temperos frescos que realçam o sabor da comida, não é mesmo? Assim, criando uma horta vertical, ou horta suspensa, você otimizará pequenos espaços e poderá cultivar ervas, temperos e outras hortaliças no conforto de casa. #ficaadica 😊

Você cultivará, recostadas na parede, as suas plantinhas úteis para a cozinha. Por isso, é ideal para casas e apartamentos que não possuem espaço suficiente para outro tipo de cultivo.

Neste caso, você poderá utilizar, para o plantio, vasos comuns, garrafas pet, caixotes, canos de PVC ou outros materiais que julgar apropriados. Assim, após realizar o plantio no suporte escolhido, que pode ser aramado, painel de madeira, tronco suspenso e até mesmo uma parede, atente-se ao posicionamento da horta. Algumas ervas e hortaliças demandam mais luz solar que outras. As regas também devem obedecer a regras de cada plantio.

Hortas verticais ou suspensas podem ficar em um cantinho da casa onde estiver espaço para crescerem e se tornarem parte do ambiente.

E como cultivar?

Quando optar por ter uma horta em casa, você terá que decidir algumas coisas. Por exemplo: onde fará o plantio? Quais hortaliças deseja cultivar? Qual será a sua disponibilidade para manutenção?

Saiba que, caso deseje cultivar diversos temperos, por exemplo, não há impedimentos de plantá-los no mesmo recipiente. Porém, precisa atentar-se ao solo. Alecrim e sálvia, por exemplo, prosperam em solos mais secos e arenosos. Manjericão, por sua vez, adapta-se melhor em solos com maior umidade.

Escolha adequadamente as hortaliças que você vai misturar em sua horta.

Depois de escolher o que você vai plantar, é hora de escolher o local onde a horta ficará. Independente das espécies na sua horta, é necessário que as hortaliças fiquem expostas, pelo menos, quatro horas por dia à luminosidade. Porém, as plantas não devem ficar expostas aos raios solares durante o dia inteiro ou receber ventos fortes.

Para montar uma horta dentro de casa ou em espaços menores, é necessário pensar na adaptação do seu espaço. Então, se optar por plantar diretamente no solo, você deverá organizar os canteiros e atentar-se também se o solo do local, que deverá estar “sustentado” de alguma maneira. A utilização de blocos, tijolos, garrafas PET e pneus ao redor dos canteiros é uma alternativa para combater a erosão.

Tenha cuidados com o solo da sua horta.

E se decidir utilizar um recipiente, ele pode ser um caixote de madeira, vaso, lata de leite, caixinha de leite, cano de PVC ou demais materiais recicláveis. Você ainda deverá garantir que o recipiente tenha furos embaixo, permitindo que o excesso de água escoe. E, se sua horta for suspensa, garanta que o suporte esteja bem firme. O tipo de raiz da planta também influencia na escolha do vaso. Caso ela seja profunda, procure recipientes mais altos para que a planta possa se desenvolver.

Existe, também, uma preocupação com irrigação do solo, que deve manter-se úmido, mas nunca encharcado, para que não ocorra a proliferação de fungos ou bactérias. Fique atento aos períodos de rega exigidos por cada espécie de hortaliça e vegetal.

Sua horta crescerá saudável se você tomar cuidado e estiver atento às suas escolhas.

Por último, mas não menos importante, ressaltamos que aprender o básico sobre o cultivo das espécies antes de iniciar sua horta orgânica permite melhor compreender quais as necessidades específicas de cada espécie para seu bom desenvolvimento. Para isso, você poderá optar por fazer cursos ou aprender mais sobre sobre plantio com especialistas! #ficaadica 😊

Achou esse post relevante? Assine nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.