Vantagens de viver no interior

Você conhece as vantagens de viver no interior?

Os últimos dois anos ressignificaram a moradia no Brasil e no mundo. Nos vimos diante de uma pandemia que mudou a nossa percepção sobre inúmeros aspectos da vida: o lado profissional, o lado pessoal, as relações interpessoais e, também, a importância dada para algumas áreas, como a sua qualidade de vida e de sua família. Essa “virada de chave” afetou e ainda afeta os planos de muitas pessoas por aí. Por exemplo: é mais interessante viver em um apartamento pequeno, com um alto valor de aluguel, em São Paulo, por ser a cidade onde você trabalha, ou você poderia investir na compra de um lote em Cotia, para construir uma casa que será exatamente do jeito que você sempre sonhou, e continuar tendo um fácil acesso a um grande centro urbano?

Um dos principais impulsionadores do chamado “êxodo urbano” durante a pandemia da COVID-19, observado pela InstaCasa e por diversas startups e empresas que atuam no mercado de loteamentos brasileiro, é a adoção do regime de trabalho home office, que vem permitindo, cada vez mais, que as pessoas trabalhem em qualquer lugar do mundo, com a mesma qualidade (ou mais, acredite!) em comparação ao trabalho presencial.

Pensando nisso, a equipe do Blog InstaCasa elencou algumas das vantagens de viver no interior, principalmente para você que está pensando em adquirir um lote e tirar os seus sonhos do papel, abandonando a “loucura” dos grandes centros urbanos e se deslocando para o interior do Estado, onde você acredita que sua qualidade de vida será ainda maior. Vamos começar?

Metrópoles, região metropolitana e o verdadeiro interior

Conceitualmente, uma metrópole é uma cidade de elevado desenvolvimento urbano que organiza em torno de si uma centralidade responsável por estabelecer uma rede composta por cidades a ela dependentes, compondo uma densa rede urbana, onde se concentram as principais atividades, empregos e capitais de uma determinada região. É o exemplo, por exemplo, de capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Fortaleza, entre tantas outras.

A região metropolitana, por sua vez, é um recorte político-espacial que envolve uma cidade central, no caso, a metrópole, e polariza e dinamiza as demais cidades ao redor, influenciando-as econômica, social e politicamente. Por exemplo: se você vive em Araçariguama, pode trabalhar em São Paulo, uma vez que a cidade fica a 54 quilômetros da Capital. Se você trabalha e tem um apartamento em São Paulo, pode dar preferência para viver em Itapevi, cidade mais tranquila e que pode, muito bem, ser o local de construção do projeto residencial dos seus sonhos.

É importante ressaltar que, apesar de considerarmos a região metropolitana como interior, existem algumas diferenças entre viver a algumas horas das grandes capitais e a muitas horas.

Qualidade de vida e tranquilidade

Uma das principais vantagens de viver no interior é a qualidade de vida que essas cidades proporcionam. As “pequenas” cidades brasileiras, normalmente, possuem menos barulho, menos trânsito, menos tumulto… Consequentemente, a vida mais pacata se torna um atrativo para quem pode, por exemplo, trabalhar de qualquer lugar, o que é, como dissemos anteriormente, parte da realidade de muitas pessoas no “mundo pandêmico”. Assim, ganha-se mais tempo para a família, os amigos, os cuidados com a saúde e, consequentemente, vive-se com um alto grau de bem-estar, muitas vezes negligenciado quando a correria toma conta de boa parte do dia das famílias brasileiras.

Outro ponto positivo para o lifestyle interiorano é o custo de vida. Enquanto em São Paulo, por exemplo, pequenos apartamentos têm aluguéis na média de R$ 2.500,00, é possível financiar um lote e iniciar a construção da casa própria com o mesmo valor mensal em uma cidade como Pindamonhangaba, onde atuamos no Portal dos Pássaros, como Grupo ZS Urbanismo – a diferença é que, nessa cidade, você está pagando por algo que é seu, que será construído de acordo com os seus planos e, consequentemente, você terá uma maior sensação de pertencimento àquele lar.

Além disso, quando opta-se por viver no interior, também é possível garantir que você terá um maior contato com a natureza – o que é extremamente benéfico para a sua saúde mental. Se ter uma horta vertical dentro do seu apartamento já é capaz de levar mais vida para a sua casa, imagina viver em um loteamento arborizado, que te fará, constantemente, passar o seu tempo em áreas verdes? Apenas vantagens, não é mesmo?

E você, conhece outras vantagens de viver no interior, que possamos ter deixado de lado neste artigo? Comente aqui embaixo! Ah, e se você gosta de conteúdos relacionados a loteamentos, arquitetura, decoração e inovação, não deixe de assinar a newsletter do nosso blog. Assim, você não ficará de fora de nenhuma novidade!

Faça parte do mundo de Arquitetura e Tecnologia para Loteamentos.

Assine nossa Newsletter e descubra como!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

2 Comentários

  1. Cresci em Atibaia, e posso dizer que essa é uma tendência que veio pra ficar. A qualidade de vida nas horas livres é essencial. E dependendo da região o tempo de deslocamento no trânsito dentro das cidade é maior do que tempo de percurso pra sair de SP e ir pra uma cidade próxima.

    1. Que bacana essa troca, Jhá! É muito legal ver que os nossos conteúdos estão alinhados com as temáticas atuais do mercado de loteamentos brasileiro!

      Obrigada pelo comentário e siga acompanhando o Blog InstaCasa por aqui!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.