Você sabe o que é uma Casa Inteligente?

7 minutos para ler

Não há como escapar do futuro. O rápido progresso tecnológico, a crescente digitalização e fluxos de dados cada vez maiores também estão adentrando em nossas casas, e a ideia de uma casa inteligente conectada é mais atual e atraente do que nunca.

Famílias de todo o mundo estão adotando tecnologias inteligentes em suas rotinas diárias para obter algum tipo de conveniência, seja para monitorar a casa, verificar se a geladeira está fechada ou se o alarme de segurança está configurado. Hoje, com tantos recursos tecnológicos disponíveis, é possível conectar todos os aparelhos de uma casa e monitorar cada um de forma remota.

Dispositivos de uma casa inteligente

Mas o que significa casa inteligente? Quais são os seus riscos e benefícios?

Vem com a InstaCasa que vamos te explicar.

O que é uma Casa Inteligente?

Definir uma casa inteligente é simples: é uma casa que utiliza as mais recentes tecnologias para controlar ou automatizar aparelhos e funções, de acordo com as necessidades dos moradores.

As casas inteligentes possuem dispositivos conectados por rede que podem ser controlados através de um aplicativo ou até mesmo um assistente de voz como a Alexa. Geralmente, os dispositivos inteligentes contam com habilidades de autoaprendizagem para que passam aprender a responder comandos e entender os horários dos proprietários para fazer ajustes conforme necessário.

Assim, fechaduras de portas, sistemas de irrigação, controle de temperatura, monitores de segurança, luzes e até eletrodomésticos podem ser controlados por meio de um sistema inteligente. São muitas as possibilidades, e você pode escolhe-las de acordo com o que você deseja controlar e com o seu orçamento.

Controle de Casa Inteligente

Benefícios e riscos

Se você tem interesse em investir em tecnologias inteligentes para sua casa, é importante ficar atento aos riscos e benefícios que ela oferece e, assim, decidir se construir sua casa conectada realmente vale a pena. Vamos lá?

6 Benefícios de uma Casa Inteligente

Afinal, por que morar em uma casa inteligente?

1. Conforto e conveniência:

Todos os dispositivos de uma casa inteligente adicionam algum tipo de conforto e conveniência à sua rotina, podendo ser automatizados e integrados para atender às suas necessidades específicas.

2. Controle total e remoto:

Já saiu de casa e se preocupou por ter deixado algo ligado? Quer destrancar a porta mesmo de longe para alguém entrar na sua casa? Um sistema inteligente permite que você tenha controle total sobre seus aparelhos conectados, a qualquer hora e em qualquer lugar.

3. Acessibilidade:

Para pessoas idosas ou portadoras de deficiência, uma casa inteligente pode emitir notificações para a hora de remédios e ajudar em tarefas como desligar o forno e as luzes, por exemplo.

4. Segurança:

Os proprietários podem saber exatamente o que está acontecendo e receber alertas em tempo real sobre quaisquer atividades suspeitas que acontecerem dentro ou ao redor de suas casas. Sistemas de alarme e câmeras de segurança podem também ser configurados para verificar se as crianças chegam em casa com segurança e até garantir que seu pet esteja se comportando!

5. Economia de energia:

Utilizando os dispositivos certos, você pode rastrear facilmente seu uso de energia e programar os controles de clima e iluminação de acordo com o seu uso. Considere instalar tomadas inteligentes para gerenciar o desligamento automático de dispositivos eletrônicos, como TVs e sistemas de jogos.

6. Mais valor:

Uma casa com recursos inteligentes pode garantir um preço de venda mais alto. A verdade é que, com mais e mais casas se tornando inteligentes, em breve esse será o padrão esperado.

3 Riscos de uma Casa Inteligente

Embora a casa inteligente ofereça tantos benefícios, ainda há alguns desafios que devem ser avaliados. Segue abaixo alguns deles:

1. Possíveis vulnerabilidades:

Riscos de segurança e bugs continuam a atormentar os fabricantes e usuários de tecnologia. As medidas para mitigar esses riscos incluem proteger os dispositivos com senha forte, usar criptografia quando disponível e conectar apenas os dispositivos confiáveis à rede.

2. Dependência de energia:

Embora a maioria dos dispositivos inteligentes também possa ser usada de forma manual, pode ser que alguns dispositivos falhem com a queda de energia ou internet.

3. Rede sobrecarregada:

Os recursos de sua casa inteligente podem variar de acordo com o quanto sua rede pode suportar. Garanta uma rede robusta e com alta velocidade para que seus dispositivos não a sobrecarreguem.

Como as casas inteligentes estão impactando a arquitetura?

Com a crescente demanda por casas inteligentes equipadas com sistemas personalizados que controlam os modos de iluminação, segurança e outros tipos de dispositivos, a tecnologia também precisa ser prevista em um projeto de arquitetura.

Projetar uma casa é atender aos desejos e necessidades do proprietário e ao combinar o a experiência em arquitetura com tecnologias de casa inteligente pode criar uma casa verdadeiramente inteligente.

O projeto arquitetônico tem passado por algumas mudanças para atender aos requisitos da casa inteligente:

  • Determinação de um espaço dedicado para sistemas e posicionamentos de sensores para facilitar o controle remoto dos aparelhos.
  • Planejamento para que os dispositivos sejam incorporados à infraestrutura de maneira discreta.
  • Modernização de estruturas e itens como portas, janelas e cortinas com tecnologia inteligente.

5 tipos de automação residencial para facilitar seu dia a dia

1. Controle de iluminação

A iluminação de uma casa inteligente pode ser utilizada para definir um horário específico para ligar ou desligar uma luz, independente se você estiver em casa ou não, ou para acender as luzes por meio de sensores quando alguém entra em determinado cômodo.

Essa automação pode ser especialmente útil para ser utilizada em corredores e escadas, lugares onde geralmente os interruptores de luz não estão convenientemente localizados.

2. Ajuste de temperatura

Além de poder programar seu ar-condicionado para ligar automaticamente em determinados horários ou temperaturas, você poderá habilitar uma programação para desligá-los se ninguém estiver usando o ambiente.

Essa automação, além de trazer grande comodidade, também ajudará a diminuir seus gastos com energia elétrica.

3. Automatização de cortinas e janelas

Com a ajuda de alguns sensores, cortinas ou janelas podem ser fechadas de forma automática quando o sol atinge a janela ou um determinado ponto da sala e, em seguida, abertas novamente quando o sol se afasta.

Com um simples apertar de botão ou um comando de voz, você pode abrir e fechar suas cortinas à vontade.

4. Sistema de áudio integrado

Com um sistema de som integrado, você pode ter controle total e remoto em toda a sua casa a partir de uma variedade de dispositivos conectados ou por controle de voz. Depois de conhecer esse sistema, você certamente irá se perguntar como um dia foi capaz de viver sem ele.

5. Monitoramento de segurança

Quando se trata de nossas casas e nosso bem-estar, o que é mais importante do que a segurança?

Com a segurança inteligente, basta pressionar um botão para garantir que seu sistema de segurança esteja armado e ativo. Você pode utilizar fechaduras automáticas, monitorar a circulação de pessoas ao redor da sua casa, receber notificações toda vez que alguém chegar em casa e até mesmo quando houver sinais de fumaça ou vazamento de gás. Demais, né?

Controle de eletrodoméstico - Casa Inteligente

E então, o que você achou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Conta pra gente na caixa de comentários abaixo, e não se esqueça de se inscrever em nossa newsletter, para ficar por dentro de todos os conteúdos do Blog InstaCasa.

Posts relacionados

Deixe um comentário